O que é um mapa conceitual e como fazer?

Um mapa conceitual representa a relação entre ideias e conceitos, que diversas vezes podem ser retratados por caixas e círculos unidos por setas ou linhas contendo a palavra que demonstra como essas ideias se conectam

É uma ferramenta importantíssima para estruturar e organizar conhecimentos, o que possibilita melhor compreensão e retenção da informação.

Como criar um mapa conceitual?

Você deve começar escolhendo um meio de como pretende desenhar seu mapa.

Seja lápis e papel, ou um computador com um software desenvolvido para esse tipo de tarefa, escolher como vai desenhar é essencial.

Existem diversas ferramentas na nuvem disponíveis para isso.

Elaborando o conceito principal

Uma vez escolhida a ferramenta para desenvolver o desenho em si, é hora de escolher o conceito.

Recomendamos que você comece em um campo de conhecimento que seja familiar para você e sua experiência pessoal.

Escolha uma pergunta foco e comece a desenvolver seu mapa em torno dela, sempre levando em consideração que o conceito escolhido deve levar consistentemente o interlocutor de volta a essa pergunta em todos os momentos.

Vamos supor que vamos falar sobre marketing escolar. Nossa pergunta foco vai ser “Como desenvolver o marketing escolar da minha escola particular?”

Em cima desse questionamento, vamos trabalhar diversos outros conceitos, conforme veremos no próximo tópico.

Identificando os Conceitos Associados

Nossa missão agora é pensar sobre idéias relacionadas ao conceito principal para colocá-las em nosso mapa.

Em média, sugerimos procurar de 10 a 25 conceitos que podem ser associados à pergunta principal.

Devemos descrever brevemente o significado de cada conceito, evitando assim que nosso mapa fique muito inchado.

Por exemplo, um dos conceitos para a questão do marketing escolar poderia ser Google Maps e sua aplicação para melhorar as estratégias de geolocalização da escola nas pesquisas.

Organizando o mapa conceitual

Após definir os conceitos associados, é hora de diagramar seu mapa, organizando eles de forma hierárquica.

Ideias principais e consideradas mais importantes, ficam no topo. Na parte inferior, você concentra as idéias gerais e menos importantes.

É interessante usar textos ou palavras de ligação entre os itens do seu mapa.

Essas palavras podem ser úteis no sentido de dar clareza entre os conceitos. Use verbos específicos, como fornecer ou englobar.

Comece diagramando seu mapa de forma básica, ligando os conceitos apenas com linhas.

Conforme for ampliando as relações, vão surgir ligações cruzadas, já que invariavelmente os assuntos vão se amarrar.

Diagramando e ajustando o Mapa

Perguntas como “essa posição ficou boa” ou “essa palavra de ligação está bem representada” podem ajudar na hora de finalizar seu projeto

Aqui, você já tem uma boa noção da quantidade de informação. Então, é hora de deixar seu mapa bonito e organizado.

Quando você utilizar um programa de edição, verá que pequenos ajustes de posicionamento ou links serão particularmente bem fáceis de fazer.

Coisas que vão acontecer com certeza, já que sempre seu mapa será preliminar e invariavelmente vão aparecer novas idéias para linkar ao que já está lá.

Revisão e finalização

Chegou a hora de refinar os detalhes, já que o objetivo do mapa é o rápido entendimento dos conceitos escolhidos.

O ideal é mostrar esse mapa para outras pessoas, assim você poderá analisar se sua pesquisa foi inteligente.

Se a pessoa, que desconhece o assunto, entender seu mapa, é sinal que você fez tudo direitinho.

Check List para o Mapa Conceitual

Veja abaixo um passo a passo de como produzir seu mapa mental. Verifique se conseguiu se atentar em todos os passos:

  • Selecione o tema
  • Colete as informações necessárias
  • Processe as informações e filtre apenas o necessário
  • Organize e conecte conceitos
  • Revise e refine os detalhes

Programas Úteis para criar seu Mapa Conceitual

Quase todo mundo inicia com um rabisco numa folha de papel, mas nem todo mapa mental precisa ficar só nisso.

Com a facilidade do mundo digital, existem diversos tipos de programas que tornam essa tarefa muito mais tranquila de produzir.

Vamos ver algumas opções:

SmartDraw

Bem fácil de usar, ele automatiza tudo o que recebeu e seleciona um modelo predefinido. Basta escolher um diagrama.

É compatível com Google Drive e Dropbox.

Creately

Com uma vasta galeria de templates, ele permite que outras pessoas participem da criação de um mesmo conteúdo. Ideal para equipes.

Xmind

Além de designs de mapas conceituais predefinidos, esse software também permite a criação de outros tipos de apresentação.

Conclusão

Mapas mentais são diagramas que representam idéias, palavras ou tarefas.

Seja para organizar ideias ou classificar um alto volume de informação, os mapas vão te ajudar para criar um ótimo resumo de um assunto específico.

Eles são ótimos para fixar as ideias ali apresentadas, por isso, são muito utilizados em reuniões de brainstorm em agências de publicidade ou por estudantes que precisam gravar muitas informações.

Fonte: RGU (2022)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *