|
|
|
|
Blog
ANÁLISE DE CONTEUDO, ANÁLISE DO DISCURSO, ANÁLISE DE NARRATIVA E ANÁLISE DE CONVERSA: uma breve incu
Postado em 18-11-2019
 
Textos de opinião
Encontre aqui todos os Textos de Opinião disponíveis no site.
 
Notícias
COMO ELABORAR O CAPÍTULO DA “METODOLOGIA” DE UM ARTIGO, MONOGRAFIA, DISSERTAÇÃO OU TESE
Prezados graduandos ou pós-graduandos, o capítulo da metodologia ou procedimentos metodológicos não pode ser circunscrito à tipologia quanto aos objetivos e à natureza de abordagem. O percurso metodológico inicia-se com o tipo de “método adotado” e encerra-se com a “tabulação e tratamento dos dados”, uma vez que o conceito de metodologia é amplo, se trata de um conjunto de métodos, técnicas e procedimentos utilizados em uma produção científica para elucidar um problema, comprovar ou refutar as hipóteses de pesquisa, ou responder as questões norteadoras, derivativas do enunciado do problema e, também, alcançar os objetivos (geral e específicos) fixados para o estudo. Em artigo técnico-científico, o traçado metodológico pode ser descrito na própria introdução, logo depois da justificativa do trabalho, desde que a natureza do objeto investigativo seja de ordem teórica ou teórico-documental. Mas, caso o trabalho seja uma produção de natureza teórico-empírica (com trabalho de campo), necessariamente deve ser um capítulo à parte, ou seja, logo depois da seção “Revisão de Literatura” ou “Referencial Teórico”. Um capítulo de “Metodologia” bem descrito deve ter: a indicação do método utilizado (dedutivo, indutivo, hipotético-dedutivo, dialético, estudo de caso, histórico, entre outros) em que conste uma citação (direta, indireta ou citação de citação) de autor, em relação ao método escolhido e o link com o caso concreto (na perspectiva da elucidação do problema da pesquisa estabelecido); procede-se, de igual modo, quanto aos objetivos do estudo (pesquisa exploratória, descritiva, exploratória com contornos descritivo ou explicativa); logo depois, entra-se com a natureza da abordagem (quantitativa, qualitativa ou quantitativa e qualitativa); continuando a descrição da metodologia utilizada, insere-se a natureza da exposição do objeto investigativo (teórica, teórico-documental ou teórico-empírica); prossegue-se com a descrição das fontes (bibliográficas, documentais e/ou eletrônicas); até aqui está detalhado o caminho crítico do capítulo da metodologia para os estudos de natureza teórico ou teórico-documental, entretanto, de o trabalho for de cunho teórico-empírico o (a) graduando (a) ou pós-graduando (a) deve incluir – o universo da pesquisa; a amostra; o critério amostral; as técnicas de coleta de dados (formulário, questionário, entrevista ou observação); e, a tabulação e tratamento dos dados coletados, tanto na vertente quantitativa, se for o caso (média, moda, mediana, índice de correlação, entre outras), quanto na ótica qualitativa (análise de conteúdo, análise de discurso, análise de narrativa, análise de conversa). Lembre-se: para cada item da metodologia, há, necessariamente, que se coloque uma citação de autor relacionado a suas escolhas e o link para o caso concreto, ou seja, em sintonia com o objeto investigativo. - Leia Mais

Veja outras matérias

 
O que há de interessante?
Como elaborar o capítulo da Revisão de Literatura de um Artigo Técnico-científico.
Prezados (as) graduandos (as) e pós-graduandos (as), O capítulo da “Revisão de Literatura” ou “Referencial Teórico” de um TCC é uma das partes mais importantes de uma produção científica. Nele vocês estabelecerão a relação dialógica entre o que já se produziu acerca da temática do artigo e seu posicionamento crítico, levando em consideração: o problema; as questões norteadoras; e, os objetivos do estudo. Retomem o que vocês escreveram no projeto de pesquisa ampliando a “Revisão de Literatura” por meio de livros, artigos, monografias, dissertações, teses, relatórios, legislação (se for o caso), anais de eventos técnico-científicos, entre outros similares, tanto em formato físico quanto digital. A partir do que dizem os expoentes da literatura sobre a temática escolhida por vocês, preparem o texto do capítulo em epígrafe, com o uso de citações (diretas, indiretas e citação de citação), mas, logo depois de cada citação, exponham suas inferências em relação ao que dizem os teóricos sobre o tema, sempre estabelecendo o link com o caso concreto (o objeto investigativo escolhido por vocês). O texto deve ser claro, direto e objetivo, sem adjetivações, em uma linguagem puramente científica. Lembre que o artigo, incluindo as “Referências” não pode ultrapassar 25 páginas (laudas). Mãos-à-obra! Professor Luiz Carlos dos Santos - Leia Mais

Veja outras matérias